Universal Studios – Los Angeles

universal-studios-alinebrum

Ainda na minha lista de prioridades em Los Angeles: conhecer a Universal Studios.  E como quero contar detalhes pra vocês, me esforcei ao máximo pra não ficar muito longo, rs.

O parque da Universal Studios, além dos brinquedos temáticos, também te leva em um tour por alguns set de filmagens.  O curso que eu fiz nos EUA, oferecia uma pequena excursão aos estudantes. Então fui na companhia das minhas novas amigas de escola, Jenny , da Suíça, e Ana, da Alemanha.

Jenny-e-Ana

Pagamos um valor único de 120 dólares, o que incluía o ticket para entrar e o micro-ônibus que nos buscou no hotel e depois deixou no mesmo lugar. Se eu fosse de metrô, sairia bem mais barato, porém não teria aquela aventura de andar de micro-ônibus aberto, sem teto então você podia ver tudo e tirar foto dos locais onde passava, como a calçada da fama (nunca me cansei de andar pela calçada da fama, rs), algumas ruas residenciais de celebridades e etc. E como já disse, eu estava lá pra viver Hollywood em toda sua forma, rs.

Nossa primeira aventura no parque da Universal foi pelo set de filmagem. É absurdo! E sem querer menosprezar ninguém, mas Projac, meu amigo, tem que comer muito feijão pra chegar lá ainda (está quase).  Durante o passeio, o tour guy  vai narrando e contando quais filmes foram feitos por ali, curiosidades, paradas pra mostrar alguns efeitos especiais como, por exemplo, fazer chover e aparecer um arco-íris bem na sua frente. Ou até mesmo fazer com que o monstro do Lago Ness surja DO NADA e derrube a ponte por onde o carrinho em que você está acabou de passar (isso mesmo, o monstro do Lago Ness).

Universal Studios Universal Studios Universal Studios

Também mostraram pra gente alguns dos especiais do Jurassic Park antes e depois com a tecnologia 3D, apresentados por ninguém menos do que Steven Spielberg (em vídeo haha). Presenciamos e quase fomos derrubados (de mentirinha, claro) por uma briga entre Tiranossauro Rex e King Kong!

O tour pelos sets de filmagens durou pouco mais de uma hora. E por ali eu já estava satisfeita. Mas nossa aventura continuou com a chance de conhecer “celebridades” como Marylin Monroe (gente, eu juro que eu fiquei nervosa haha parecia que eu estava diante do próprio mito Marylin), Homer e Marge Simpsons, Scooby Doo, Minions e Optimus Prime!

Universal-Studios

E eu que não resisto a esses brinquedos de festinha junina tipo pescaria, me acabei comprando tickets pra brincar na área dos Simpsons, de “acerte o alvo” até ganhar um bonequinho de pelúcia (só nessa brincadeira foram-se 20 dólares 🙁 acho que tenho problemas com jogos, rs).

Universal Studios Simpsons Universal Studios Simpsons Universal Studios Simpsons Universal Studios Simpsons Universal Simpsons

O parque também é lotado de lojas de souvenirs, LOTADO! Comprei umas coisas tão inúteis, mas tão inúteis que até hoje (seis meses depois) ainda me pergunto o que vou fazer com elas. Mas se eu me arrependo? Naaaada. Está tudo exposto pelo meu quarto, alguns nem tirei da embalagem porque estou com dó, rs. Só pra vocês terem ideia, comprei um prato do Siri Cascudo do Bob Esponja, UM PRATO! Ok… prosseguindo…

Universal Studios Universal Studios Universal Studios Universal Studios

Por todo o parque tem diversos cenários pra tirar foto. Acabei com a bateria da câmera em uma tarde, foi a primeira vez que isso aconteceu. Nunca tinha visto minha câmera sem bateria antes. Mas deu tempo de fotografar quase todos os locais. O mais legal eram os americanos que estavam por ali interagindo. Quando fui tirar foto em frente ao orfanato do filme Meu Malvado Favorito, uma moça gritou “Faz cara de triste, como se você estivesse indo pro orfanato!” haha não aguentei e ri. Logo depois respondi “Faz de conta que estou saindo dele, por isso estou feliz.” Ganhei mais uma amizade ali, Thea (claro que perguntei pra ela como Oliver estava #EntendedoresEntenderão).

Universal Studios

Uma pena que não dá pra tirar foto dentro dos brinquedos, é extremamente proibido. Mas você pode comprar uma foto impressa na saída de alguns deles, como quando passei por Jurassic Park, de onde você sai todo encharcado (os mais espertos levaram capa de chuva). Essa foto eu queria ter comprado porque minha expressão de pânico é indescritível. Precisava mostrar pra vocês…

Mas de todos, o que eu mais gostei foi do Transformers. É um cenário 3D. Você entra no carrinho e o Optimus Prime dá as instruções pra que você ajude a salvar o mundo. O carro acelera e você está dentro da cena do filme, com direito a quedas, robôs alienígenas gigantes, batalhas, freadas, acelera, para, você é quase esmagado e, por fim, salva o mundo.

Universal Studios

Mas teve aquele que eu QUASE MORRI: a montanha russa do filme a Múmia. Que coisa assustadora. Gente, não posso com isso não. Ela faz o percurso como se você estivesse no filme, então podem imaginar  a quantidade de múmia tentando te atacar. No fim, o brinquedo para e começam a entrar uns bichinhos, tipo besouros nos carrinhos e dá a sensação de que estão subindo pelas suas pernas (não faço ideia de como isso foi feito), fumaças e mais fumaças quando de repente o carrinho volta em velocidade máxima e DE RÉ! É a montanha russa de ré mais rápida do mundo. Eu achei que ia desmaiar, sério. Sou dramática mas tenho testemunhas que podem afirmar o que estou dizendo. Assustador, porém muito, muito maneiro. Só que eu jamais voltaria nisso.

Universal Studios

O parque tem dezenas de atrações e centenas de profissionais prontos pra te ajudar em vários idiomas. Inclusive ficam disponíveis mapas do parque em dezenas de línguas, exceto português porque americano acha que a gente fala espanhol.

Universal Studios

O dia terminou com um retorno pelo Hollywood Hill, paisagem incrível. Cheguei ao hotel batendo queixo de frio (o micro-ônibus era aberto, lembra?) e minhas amigas europeias me zoando porque eu estava toda embrulhada no cobertor que deram pra gente.  Ainda tive que ouvir um “mas nem está frio!”.  Ah, imagina. Não estava não… Eram 17 graus. “Verãozão”.

Universal Studios

Cheguei exausta, às 19h. Fui ao meu restaurante favorito que ficava lá perto do hotel. Na verdade, era o único que eu confiava de que não passaria mal com tanta gordura e fritura, porque era japonês, rs. Voltei pro hotel, tomei banho e desmaiei de cansaço. O dia foi incrível, tentei aproveitar ao máximo e, segundo minhas memórias, eu consegui.

OUTRAS SUGESTÕES

12 comentários

  1. Até que enfim achei alguém que teve a mesma sensação que eu na montanha da Múmia, cruz credooooo hahahaha
    Eu só não senti e nem vi nada, porque fiquei praticamente com o olho fechado o tempo todo hahah
    Adoreeei o post!
    beijos :*

    1. Nunca tive uma sensação como quando saí daquela montanha da Múmia! Nuncaaa maaaais, hahaha
      Eu sei que gritei muito e a mulher que estava do meu lado saiu do brinquedo me olhando com cara feia… fazer o que? hahah

  2. Muito bom seu post!!!! Eu também amo a Universal e não canso de ir lá (principalmente agora que moro aqui em LA e tenho o ingresso anual!). Já devo ter ido umas 6x e o meu brinquedo favorito é a montanha-russa da múmia HAHAHAHAHA uma das vezes que eu fui foi SÓ para esse brinquedo, então eu andava lá e voltava pra fila, andava no brinquedo e voltava pra fila (…) sem mentira hahahaha mas é sim tudo muito mágico. ❤️

    1. Faltou a gente ir juntooo aquela vez. E ainda precisamos ir no Six Flags! Eu lembro que você comento uque adora a emoção da montanha russa, haha então essa da Múmia é sua cara mesmo, HAJA emoção! rsrs

  3. Aaaaaaaaaaaaaaahhhhhhhhhhhhh!!!!!! Sem dúvidas o melhor post do blooooog, quero ir na montanha russa da Múmia, quero tuuuuudo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *